NESTE DOMINGO

Prefeitura, Instituto Formação e parceiros realizam 7ª Corridinha da Alegria

Largada será na Praça Joãosinho Trinta, RFFSA, às 8h

“Um dia devolver a rua às crianças ou devolver as crianças às ruas; ficariam, ambas, muito alegres”. A frase de Paulo Freire, patrono da educação no Brasil, reflete um dos principais objetivos da Corridinha da Alegria, evento esportivo e cultural que reúne crianças e adolescentes da rede municipal de São Luís. O evento, que é uma realização da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e do Instituto Formação, com a parceria da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Hospital São Domingos e Editora FTD, acontece neste domingo (3), com largada da Praça Joãosinho Trinta, RFFSA, às 8h. A ação soma-se a outras da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior que incentivam a prática esportiva entre as crianças.

No mesmo dia, às 7h, acontece também a Corrida da Alegria, para adultos. Nesta 7ª edição, a Corrida e a Corridinha da Alegria devem receber cerca de 1.500 pessoas. Serão disponibilizadas mil vagas para adultos e 500 vagas para crianças. As secretarias municipais da Criança e Assistência Social, Trânsito e Transporte, Obras e Serviços Públicos, Administração, Agricultura Pesca e Abastecimento, Habitação e Urbanismo (Blitz Urbana) apoiam o evento.

LARGADA

Para os adultos a corrida terá a largada na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no Monte Castelo, bairro tradicional da região central de São Luís, seguindo até a Praça Joãozinho Trinta, totalizando 5 km. Já as crianças e adolescentes entre 5 e 16 anos terão o percurso na Praça Joãosinho Trinta, RFFSA, com baterias dividas por faixa etária.

“A corridinha já faz parte do nosso calendário escolar e é uma prática cultural e esportiva que agrega à escola e à comunidade em um momento de muita alegria e lazer”, afirmou o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

“Precisamos nos conectar ao lugar onde a gente vive. E a corrida tem esse espírito. É uma corrida que todo mundo pode participar. A ideia principal é conhecer a cidade, mostrar a beleza do centro e proporcionar uma experiência diferente daquela de só ir lá para comprar alguma coisa”, explicou Diane Pereira, gerente de projetos do Instituto Formação.

A ideia da corridinha é possibilitar ao público, em especial às crianças que fazem parte da rede municipal de ensino, a experiência de ocupar o espaço público e conhecer a cidade onde vivem e aprender a valorizar a beleza das ruas, do patrimônio arquitetônico de cultura de São Luís por meio da prática esportiva.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados