POLÍCIA

Polícia desarticula oficina clandestina de fabricação de armas no MA

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (DCRIF), em operação conjunta com a Delegacia de Lago da Pedra, desarticulou na sexta-feira (22), no...

O Debate do Maranhão - 26/03/2019 12h52

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (DCRIF), em operação conjunta com a Delegacia de Lago da Pedra, desarticulou na sexta-feira (22), no município de Lago da Pedra, a 312 km de São Luís, uma oficina clandestina de fabricação de armas de fogo.

Segundo a polícia, durante a operação foram presos os suspeitos Josélio Pereira Sátiro e Dayane Oliveira da Silva, pois de acordo com as investigações a casa onde eles moravam era o local onde funcionava a oficina responsável pela fabricação de armas de fogo dos mais variados tipos e calibres. Os armamentos eram utilizados por criminosos na região para a prática de crimes patrimoniais e homicídios.

Na operação foram apreendidas ainda uma espingarda calibre 12, uma espingarda artesanal calibre indefinido, dois rifles calibre 22, um rifle calibre 44, um rifle 44 winchester, uma espingarda artesanal calibre 12, várias munições.30 e uma metralhadora artesanal.30. Além das armas de fogo e de um simulacro, também foi apreendido vasto material utilizado para comercialização de drogas, balanças de precisão, aparelhos celulares com indicativo de roubo e furto.

Josélio Pereira Sátiro foi conduzidos ao Sistema Penitenciário — Foto: Divulgação/Polícia
Josélio Pereira Sátiro foi conduzidos ao Sistema Penitenciário — Foto: Divulgação/Polícia

De acordo com os policiais Josélio Pereira, que é conhecido como “Diego Chapa”, foi preso no mês de janeiro deste ano pelo envolvimento na explosão do caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), situada na Avenida dos Holandeses, no bairro Calhau, na capital.

Josélio Pereira Sátiro e Dayane Oliveira da Silva foram conduzidos ao Sistema Penitenciário, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Dayane Oliveira da Silva foi conduzida ao Sistema Penitenciário — Foto: Divulgação/Polícia
Dayane Oliveira da Silva foi conduzida ao Sistema Penitenciário — Foto: Divulgação/Polícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *