INVESTIMENTOS NO MA

Maranhão e Combustível chamam atenção de investidores

O Maranhão vem chamando atenção de investidores. Com um mercado em ascensão, uma localização privilegiada, próximo aos principais mercados nacionais e internacionais, o estado vem se destacando quando o assunto é logística...

O Debate do Maranhão - 02/04/2019 12h15

O Maranhão vem chamando atenção de investidores. Com um mercado em ascensão, uma localização privilegiada, próximo aos principais mercados nacionais e internacionais, o estado vem se destacando quando o assunto é logística para distribuição de combustíveis. A ideia do chamado Hub de Combustível vem despertando interesses de quem ver potencialidades e crescimento no estado.

Para o fundador da Petronac, Joaquim Dias Fernandes, uma das maiores redes de distribuição de combustíveis com sede em Recife, Pernambuco, que atua no Maranhão há 20 anos, o Maranhão pode crescer muito mais. “O Maranhão tem uma potencialidade que não acaba. Na realidade, pouco explorada ainda e com certeza nós vamos ajudar com nosso trabalho, com nosso empenho, a chegar justamente onde a gente acha que deveria estar já há muito tempo”, destacou o empresário.

O Porto Do Itaqui já funciona como um Hub de combustíveis ao garantir o armazenamento e funcionar como base de distribuição. E nos próximos anos promete dobrar essa capacidade. Mas, a intenção é ir além do Porto e abrir outras possibilidades para o setor empresarial a partir de uma rede de ferrovia e estradas conectadas. “O Maranhão tem hoje na esfera de atração de negócios, dentro do Itaqui e fora do Porto do Itaqui, cerca de 3 bilhões de reais. E a população,, principalmente os empreendedores do Estado do maranhão, precisam se apropriar dessas informações, debater essas informações para visualizar oportunidades que advém  a partir desse investimento que estão acontecendo ou que irão acontecer aqui no Estado do Maranhão”, frisou o secretário de Estado de Indústria Comércio e Energia, Simplício Araújo.

O terminal de combustíveis terá suas obras finalizadas em 2020. Quando estiver em pleno funcionamento, o local terá capacidade para armazenar 160 milhões de metros cúbicos de combustíveis, que serão distribuídos para várias regiões do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *