CONTROLE

Maranhão bate recorde na cobertura vacinal contra aftosa

Foi de quase 97% a cobertura vacinal do rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa em sua segunda etapa no Maranhão. Os números foram divulgados pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária...

O Debate do Maranhão - 21/01/2019 13h34

Foi de quase 97% a cobertura vacinal do rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa em sua segunda etapa no Maranhão. Os números foram divulgados pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged). No Maranhão e nos outros oito estados que compõem a região Nordeste, desde o ano passado apenas os rebanhos bovinos e bubalinos de até 24 meses são vacinados na segunda etapa, atendendo uma solicitação do Governo do Maranhão ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O Maranhão já tem como previsão o ano de 2020 para a retirada da vacinação. A porcentagem alcançada de 96,87% representa a vacinação de 2.755.009 bovinos e bubalinos com idade de 0 a 2 anos em 83.737 propriedades em todo o Estado.

Além disso, o Maranhão conseguiu pelo quarto ano consecutivo, manter os resultados acima de 96%, superando a meta de 90% imposta pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. “Estes resultados revelam que o produtor maranhense está consciente da necessidade de proteger o seu rebanho, além de demonstrar o empreendedorismo no setor produtivo e do árduo trabalho que estamos desenvolvendo”, ressaltou o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

Os grandes polos pecuaristas do estado, como Açailândia e Imperatriz, estão entre as Unidades Regionais que mais vacinaram seu rebanho, com os índices vacinais de 99,36% e de 98,24% respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *