Projeto São Luís IV

Equatorial Maranhão inaugura conjunto de obras na Vila Maranhão

A nova subestação e redes de distribuição devem fortalecer o sistema elétrico da Grande São Luís

O Debate do Maranhão - 14/09/2021 18h50

Durante a inauguração da Subestação Vila Maranhão, da esquerda para a direita: o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Celso Gonçalo, a presidente da Associação Comunitária Itaqui-Bacanga (ACIB), Moisilesia Bucele, o Prefeito de São Luís Eduardo Braide, o Presidente da Equatorial Maranhão Sérvio Túlio, o Secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto, a Gerente de Relacionamento com clientes da Equatorial Maranhão Francila Soares e o Presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão (Sinduscon-MA), Fábio Nahuz. Foto: Gilson Ferreira.

 

Visando o desenvolvimento futuro da cidade de São Luís, a Equatorial Maranhão inaugurou, a nova Subestação Vila Maranhão. A obra, que integra o Projeto São Luís IV, é resultado do contínuo investimento em processos inovadores e de integração que possibilitam o fortalecimento e expansão do sistema elétrico em todo o Estado.

Devido à sua posição geográfica favorável à importação e exportação de insumos, a capital recebeu cerca de 30 milhões de reais em investimentos voltados à expansão do sistema elétrico que atende a zona portaria e o distrito industrial do município. Em adição à nova subestação na Vila Maranhão, o Projeto São Luís IV ainda inclui outras seis novas redes de distribuição, que irão beneficiar, além dos eixos portuário e industrial, cerca de 47.542 unidades consumidoras residências e comerciais.

Totalmente automatizada e conectada pelas novas linhas de distribuição, a subestação passa a atender em 69 KV (quilovolt) e com maior estabilidade empresas de grande porte instaladas na zona industrial de São Luís como Ambev, Votorantim, Cimentos do Maranhão, Total Ferro, Coca-Cola, dentre outros mercados prospectados, como o novo terminal portuário de São Luís e futuras expansões do Porto do Itaqui (EMAP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *