Eleições 2020

Duarte aposta na visão técnica para cuidar do meio ambiente

As edições do Bora Resolver, criadas pelo pré-candidato à Prefeitura de São luís Duarte (Republicanos), para dialogar com a população, cada vez mais têm demonstrado abordagens técnicas para solucionar problemas. Assim foi...

O Debate do Maranhão - 23/09/2020 12h00

Duarte e sua pré-candidata a vice-prefeita Fabiana Vilar.

As edições do Bora Resolver, criadas pelo pré-candidato à Prefeitura de São luís Duarte (Republicanos), para dialogar com a população, cada vez mais têm demonstrado abordagens técnicas para solucionar problemas. Assim foi com a edição que discutiu ações para o meio ambiente, na última segunda-feira (21).

Na ocasião, a sociedade civil, biólogos, engenheiros ambientais, agrônomos, entre outros, levantaram pontos fortes, sensíveis e urgentes para a preservação e limpeza das praias, arborização, política e educação ambiental dentro de bairros e escolas de São Luís.

Além da visão técnica, Duarte enxerga nesse tema um trabalho que precisa ser conjunto entre todas as secretarias da Prefeitura e não somente delegada à de Meio Ambiente. Propôs ainda envolver empresas públicas e privadas, incentivando o cumprimento das leis ambientais, e fornecer serviços de qualidade, como água potável e saneamento básico.

E não é de hoje que o deputado estadual e ex-gestor do VIVA/PROCON atua em pontos importantes que garantam a preservação e tornem a cidade mais atrativa para ser visitada, fomentando a economia e o turismo. Dois exemplos de ações enquanto parlamentar foi a Lei dos Canudos (Lei nº 11.014/2019), elaborada em coautoria com o deputado Adelmo Soares, que veta a comercialização e a utilização de canudos de plástico em todo o Maranhão e promove a utilização de canudos reutilizáveis ou biodegradáveis, que podem ser feitos de bambu, aço, papel e outros materiais.

Além da Lei dos Canudos, também de sua autoria, outro exemplo é o da logística reversa, com o cumprimento da Lei nº 11.326/20. As iniciativas tornam ainda mais concretos os passos para fazer com que São Luís seja referência na gestão de resíduos sólidos. Políticas públicas e ações de quem sabe resolver e gerir uma cidade.

Entre os convidados para discutir o tema estiveram presentes o professor e ambientalista Denison Ferreira; a bióloga e mestra em conservação e biodiversidade Brenda Izidio; a engenheira ambiental Monalisa Santos e a engenheira ambiental e mestra em engenharia de saneamento ambiental e urbano Joelma Veras. Estiveram presentes também os pré-candidatos a vereador pela coligação Resgate o Amor pela Ilha.

Entre as ideias apresentadas estão:

– Tornar a logística reversa uma realidade, com o cumprimento da Lei nº 11.326/20, de minha autoria, e fazer com que São Luís seja referência na gestão de resíduos sólidos.

– Fornecer benefícios a todos que colaborarem com o adequado funcionamento da gestão de resíduos sólidos, como forma de fazer cumprir o ciclo de lixo.

– Incentivar o emprego nas cooperativas fazendo com que as indústrias e/ou distribuidoras paguem eventuais obrigações fiscais e legais, custeando os salários dos catadores de lixo.

– Conscientizar e ampliar o programa de Ecopontos.

FONTE: ASCOM DUARTE JR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *