Fim do projeto

Crise financeira faz Fundação Cafu encerrar as atividades

Entidade foi criada em 2003 pelo atleta e chegou a atender 950 crianças.

O Debate do Maranhão - 27/12/2019 15h09

Cafu anuncia fim das atividades da Fundação – GettyImages

Por causa de uma crise financeira, o ex-jogador de futebol Cafu decidiu fechar a fundação que leva o seu nome. A entidade foi criada em 2003 pelo atleta e chegou a atender 950 crianças. A informação foi dada pela Revista Veja.

Em comunicado, a Fundação Cafu afirmou ter “orgulho do nosso legado, nas pontes que criamos, das pessoa que conhecemos. Foram diversos momentos inesquecíveis com pessoas do bem. Agradecemos a todos que contribuíram para esse projeto.”

Em outubro, Cafu havia entrevista à Veja e explicado a situação de sua fundação.

– A Fundação Cafu teve problemas de atraso de salários e não pagamento de FGTS de funcionários. Além disso, houve uma diminuição no número de crianças assistidas. Qual a razão dessa crise? Criei a fundação em 2003, com meus recursos. Tem gente que pensa que se trata de aulas de futebol, mas não é isso: a missão é a inclusão social. Há aulas de balé, capoeira, violão, basquete, vôlei, artesanato… Formamos centenas de cabeleireiros. Com a crise econômica, muita gente cortou investimentos no terceiro setor. A população carente fica ainda mais vulnerável. O orçamento da Fundação Cafu, que era de 120 000 reais por mês, caiu demais e atrasamos salários. Atualmente, tiro do meu bolso 40 000 reais para manter a entidade, que antes da crise assistia 950 crianças todos os dias. Hoje, ela atende metade disso. Se não entrarem recursos e a fundação não ficar autossustentável, deveremos fechar no fim do ano – ressaltou.

Em 2019, o ex-jogador perdeu seu filho Danilo, que morreu aos 30 anos, após passar mal durante uma partida de futebol com os amigos.

Comunicado da Fundação Cafu

Fonte: Pleno.News com edição do jornalodebate.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *