TRANSIÇÃO

Bolsonaro e Temer reúnem-se nesta 4ª para iniciar governo de transição

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e o presidente Michel Temer (MDB) começam a organizar formalmente o governo de transição nesta 4ª feira (7.out.2018). A 1ª reunião oficial entre os 2 deve...

O Debate do Maranhão - 07/11/2018 13h25

O presidente eleito Jair Bolsonaro já elogiou o presidente em exercício Michel Temer por repassar informações e facilitar o trabalho da equipe que assumirá o Planalto

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e o presidente Michel Temer (MDB) começam a organizar formalmente o governo de transição nesta 4ª feira (7.out.2018). A 1ª reunião oficial entre os 2 deve ocorrer por volta das 15h no ​Palácio do Planalto, em Brasília.

O atual chefe da Casa Civil, ministro Eliseu Padilha, e o seu sucessor, Onyx Lorenzoni, estão cotados para participar do encontro. O assunto que norteará a reunião é a reforma da Previdência, porém economia, segurança, política e temas sociais também deverão ser abordados.

As equipes do atual e do futuro governo trabalharão juntas para reunir dados e sanar dúvidas. O objetivo é diminuir as dificuldades do governo que assumirá o Planalto em janeiro de 2019.

A previsão é analisar as questões em 3 etapas: avaliação, diagnóstico e considerações para eventuais propostas de mudanças.

Na equipe do militar, 27 pessoas –inclusive 5 sem remuneração– já foram nomeadas e estão trabalhando. Conheça os integrantes da equipe de transição.

Eis a agenda do presidente eleito nesta 4ª feira:

  • café da manhã com o comandante da Aeronáutica, Nivaldo Rossato, às 8h;
  • reunião com o presidente do STF, Dias Toffoli, em visita à Corte às 10h;
  • almoço com o presidente do STJ, João Otávio de Noronha, no Tribunal às 12h;
  • encontro com a equipe de transição no CCBB, às 14h;
  • reunião com o atual presidente Michel Temer. Às 15h.

Governo de transição

As instalações temporárias do novo governo estão localizadas no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) de Brasília. O espaço é localizado no Setor de Clubes Norte, próximo ao Palácio do Planalto. Jair Bolsonaro entrará por 1 acesso privativo, que já foi usado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2002, na transição do governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *