Estética

Tudo sobre depilação

Confira matéria completa falando tudo sobre as técnicas depilação

Temos fácil acesso e encontramos quem nos faça a depilação, pois nos salões de beleza é comum oferecerem esse tipo de serviço. Mas, tome o cuidado de certificar-se de que a cera é descartável, principalmente aquela à base de cera. A rotina de depilar-se faz com que a pele esteja sempre macia e hidratada, proporcionando a sensação de bem estar e limpeza. Pêlos em excesso, além de antiestético, estimulam a transpiração. Existe uma grande variedade de métodos para remover os pêlos indesejáveis. Aqui vai uma lista com diferentes tipos de depilação:

 Cera quente

Entre os métodos mais usados para arrancar os pêlos, a cera quente pode ser colocada no topo do ranking. Ela desbancou a cera fria, por ser um procedimento menos dolorido: a temperatura elevada do produto garante a abertura dos poros, facilitando a retirada dos pêlos. Cuidado que deve ser redobrado por quem arrisca fazer o método em casa, pois é preciso ser feito o teste de temperatura.

 Cera de mel

Resultado da mistura entre açúcar, mel de abelha e limão, a fórmula é uma das mais suaves. Por esse motivo, é indicada para regiões sensíveis como buço, axilas e virilha, além das outras partes do corpo. Como não exige muita fricção, é recomendada também para mulheres com problemas de circulação sangüínea. Ela só não funciona bem para mulheres que se depilam com lâmina há certo tempo e tendem a ter pêlos mais grossos. Nesses casos, a cera roll on funciona melhor. E só exponha as áreas depiladas ao sol 24 horas depois da depilação. Isso por causa do limão usado na receita, que pode causar manchas.

Ceras calmantes

Para peles mais sensíveis, as ceras de origem vegetal entram em ação. À base de algas, camomila, hortelã, e até mesmo de laranja, elas são excelentes para peles delicadas, graças aos ingredientes de propriedade calmante antiirritação. A maioria opta pela cera de hortelã ou de laranja para depilar o buço e a sobrancelha, ambas espalhadas com uma espátula e, em seguida, puxados com um pedaço de TNT (tecido utilizado para retirar a cera).

Cera egípcia

Mel, açúcar e limão também fazem parte da mistura que origina este tipo de cera. O que muda é a consistência do ingrediente principal, o mel. Com a textura um pouco mais resistente, a cera egípcia dispensa o uso da fita TNT. Isso porque o produto, depois de aplicado na pele, endurece rapidamente. Para acabar com os pêlos, basta puxar a camada de cera formada em cima da pele. Mas o procedimento precisa ser feito por um profissional, pois são arrancados muitos pêlos de uma vez só: é preciso muita experiência para identificar não só a hora de puxar (seca demais, a cera não extrai a raiz dos pêlos). A direção em que a mistura deve ser espalhada e retirada também merece cuidados redobrados, evitando os terríveis encravamentos.

Roll on

A garantia de higiene é uma das vantagens do método roll on, já que cada pessoa tem seu kit para a depilação, composto por um aparelho que desliza sobre a pele e papéis descartáveis. No entanto, o procedimento é considerado bastante agressivo. Geralmente, o roll on é indicado para as pernas, excluindo as partes internas que também são bem sensíveis. É o método mais usado para quem tem pêlos fortes e grossos.

Cera fria

Atualmente é o método menos utilizado, pois é um dos métodos que mais agride a pele. Na maioria das vezes, a cera fria é utilizada em casa. A mistura é comprada pronta, passada em papel celofane, aquecida com as mãos e espalhada pelas áreas com pêlos. Para acabar com eles, basta puxar o papel. A dor, porém, não é tão sutil.

Cremes depilatórios

Com resultados parecidos com os das lâminas, os cremes depilatórios também não arrancam os pêlos pela raiz, apenas dissolvem a parte externa deles. Só fique atenta à composição do produto, normalmente bastante tóxicas. Não deixe de fazer o teste indicado na embalagem antes de espalhá-lo por toda a pele. Muitas pessoas são alérgicas a esses cremes.

Depilação a laser

Para quem quer se livrar para sempre do incômodo de arrancar os pêlos, a alternativa é a depilação a laser. A técnica mais recente é feita com o aparelho Laser Light Sheer, eficaz também para pessoas com pêlos claros e de pele morena ou negra. O laser à luz pulsada não funciona nesses casos.

Quem deseja recorrer ao laser, basta abandonar qualquer tipo de depilação com cera um mês antes e, no caso das lâminas, três a cinco dias. É preciso deixar os pêlos crescerem, para verificar em que direção isso acontece. Na prática, os pêlos são raspados e a pele higienizada. A seguir, a esteticista aplica gelo e anestésico nos locais que vão ser depilados.

E para finalizar essa matéria, te convido a conhecer a Posé, uma empresa especializada em depilação a cera, com método menos dolorido, materiais totalmente descartáveis com kits individuais, alto padrão de atendimento, sem hora marcada e ambientes diferenciados e aconchegantes. Não perca tempo, insira na sua rotina os serviços da Posé, uma empresa preparada para te atender com excelência e muito conforto. Com duas unidades, uma no centro comercial Mac Center e no Golden Shopping Calhau. Acompanhe as novidade pelo instagram @pose_maccenter ou @posegoldenshopping.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados