Sebrae participa dos Seminários Estratégicos Mais Desenvolvimento Mercado Interno

“As micro e pequenas empresas marcam forte presença na economia maranhense por responderem por mais de 95% dos empreendimentos e por...

“As micro e pequenas empresas marcam forte presença na economia maranhense por responderem por mais de 95% dos empreendimentos e por 54% dos empregos formais deste estado”. Foi com estas palavras que o presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae no Maranhão e da Fiema, Edilson Baldez das Neves, iniciou o seu discurso na solenidade de abertura dos Seminários Estratégicos Mais Desenvolvimento Mercado Interno, que acontece nesta segunda e terça-feira (19), no Golden Shopping, no Calhau.

Baldez ainda disse que eventos como o desta segunda-feira (19) movimentam o mercado e criam oportunidades. “Ações como a que estamos participando hoje favorecem o crescimento do produto industrializado do nosso estado. Cria mercado para os maranhenses e as empresas aqui instaladas. Expande fronteiras a compradores do Brasil, gerando muitos postos de trabalho com os produtos das áreas de alimentos, bebidas, construção civil, vestuário, energia e móveis, dentre outros”, observou.

O presidente do CDE finalizou a sua participação dizendo que os investimentos chineses previstos para os próximos cinco anos são importantes. “Estes últimos dias tem sido de grandes conquistas para o Maranhão: na sexta-feira foi o lançamento do Porto de São Luís, um investimento de R$ 4,3 bilhões, aportados pela empresa brasileira W Torre e o grupo chinês CCCC, e que vai gerar empregos e renda ao nosso estado”, disse.

O governador Flávio Dino, em suas palavras afirmou que o governo não deixará de fazer investimentos no estado. “Em nenhum lugar do mundo o mercado privado se desenvolveu sem investimentos públicos. Por isso vamos continuar investindo para desenvolver o Maranhão”, comentou o governador em seu discurso.

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, disse que a instituição não poderia deixar de participar. “Este evento cria boas oportunidades para fechar negócios e criar relacionamento entre as empresas maranhenses de qualquer porte. Por isso não poderíamos deixar de estar presentes, porque estamos em qualquer lugar que se possa gerar oportunidade para as micro e pequenas empresas”, afirmou Martins.

Participação

O Sebrae está participando do evento com duas palestras e com um estande onde produtos de MPEs que são clientes da instituição estão expondo produtos. Entre eles estão a Seleta, que trabalha com frutas processadas; a Doce Pedaço, que é uma doceria; A Babaçu Boa Vista, com produtos a partir do coco babaçu; e a a Sabor Todo Dia, de Vargem Grande, que trabalha processando frutas e cocos típicos do extrativismo.

Além destas empresas, outras que são expositoras com estande próprio também são ou já foram atendidas pelo Sebrae, como a Queijo Igarapé, de Igarapé do Meio, que fabrica e comercializa queijos coalho, muçarela e manteiga de garrafa; a cachaça Jacobina, de Balsas, e a Enova, uma empresa de energias renováveis de São Luís.

“Estas empresas são amostras da transformação que podemos realizar por meio dos pequenos negócios. São empresas que atendemos nos últimos anos e hoje tem um nível de maturidade muito bom”, explicou o Diretor Técnico, Antônio Garcês, que na parte da tarde ministrará a palestra “Empreendedores do Desenvolvimento, marcado para as 14h30.

O Sebrae ainda vai participar do painel “O Ambiente Empresarial Local”, que está previsto para começar as 10h30 da manhã.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados