BOAS ESTATÍSTICAS

São Luís é a 3ª capital do Nordeste que mais se desenvolveu em 2016, diz pesquisa da Firjan

São Luís é a terceira capital do Nordeste que mais se desenvolveu em 2016, segundo dado divulgado pela Federação...

São Luís é a terceira capital do Nordeste que mais se desenvolveu em 2016, segundo dado divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). A posição de destaque no ranking do estudo tem como reflexo as políticas colocadas em práticas na gestão do prefeito Edivaldo desde 2013. O levantamento toma como referência padrões de desenvolvimento encontrados em países com elevados indicadores socioeconômicos, tendo como base dados de educação, saúde e emprego e renda referentes ao ano de 2016. Com o resultado a  capital maranhense atinge um patamar inédito em sua trajetória.

“Desde o início da nossa gestão estamos investindo nas prioridades e administrando os recursos públicos com responsabilidade, e é assim que conseguimos avançar na implementação de políticas públicas em áreas como educação, saúde e infraestrutura. Esse índice é reflexo de todo esse trabalho que vem sendo desenvolvido pela nossa gestão, e a meta é expandir essas ações em curso e seguir ampliando os investimentos. Em meio à crise do país não é fácil, requer planejamento para o equilíbrio fiscal, por isso temos adotado medidas arrojadas para não estagnar o município. Estamos conseguindo consolidar esses avanços em todas a áreas, para que até o fim do mandado a gente possa dizer com toda a verdade e convicção: ‘hoje temos uma nova São Luís'”.

O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), divulgado na quinta-feira (26), monitora os indicadores sociais em 5.471 municípios, onde vivem 99,5% da população brasileira. Para composição do índice e formação do ranking, são apurados indicadores sobre saúde e educação, além de taxas de emprego e renda média dos trabalhadores.

A curva de desenvolvimento no município foi retomada em 2015. No enfrentamento da crise severa, que desde 2013 vem provocando a redução drástica nos investimentos demandados, a atual administração municipal tem se orientado pelo binômio que define a gestão do prefeito Edivaldo: planejamento e trabalho.

A evolução do município de São Luís acompanha as três principais áreas de desenvolvimento: Emprego e Renda, Educação e Saúde, com importantes ações que a Prefeitura de São Luís tem levado a efeito, suplantando o quadro adverso da economia instalada no cenário nacional. Como algumas das medidas elementares, a Prefeitura tem aplicado investimentos em um grande volume de obras espalhadas pela cidade e efetuado regularmente o pagamento dos salários dos servidores e inativos, muitas vezes antecipando a data da tabela estabelecida. São Luís tem sido um dos poucos municípios brasileiros a manter o calendário de salários em dia.

EDUCAÇÃO

Os avanços na Educação, depois de destravar o freio registrado no período 2009-2013, têm se processado de maneira planejada. A partir da realização de concurso para professores, o prefeito Edivaldo deu início ao preenchimento de lacunas históricas em disciplinas importantes. Concomitante à ampliação do quadro, a Prefeitura deu continuidade à política de valorização do professor, pagando acima do piso salarial nacional.

Desde o ano passado, este processo passou a ser impulsionado pelo programa ‘Educar Mais’, assentado em diretrizes de qualificação, gestão, melhoria da proficiência e da infraestrutura da rede escolar. Mais de 120 escolas requalificadas e climatizadas com recursos próprios vão assegurar uma elevação maior neste setor nos futuros estudos. Medidas como esta e iniciativas como a organização do calendário escolar têm refletido na elevação do número de matrícula e contenção da evasão.

O resultado dos investimentos na Educação feitos pela gestão do prefeito Edivaldo pode ser visto também por meio da queda de 4.6% para 2.6% na taxa de analfabetismo, atestada pela Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio Contínua. Com a implantação do sistema de avaliação, o Simae, a tendência é que o número caia cada vez mais, já que por meio desses dados a Prefeitura obteve conhecimento científico sobre cada uma das salas de aulas e, individualmente, de cada aluno, fundamental para o acompanhamento e crescimento do estudante, apontando o que ainda precisa ser melhorado.

SAÚDE

A melhoria da gestão dos serviços e da infraestrutura da rede de atendimento tem possibilitado avanços na saúde. O reforço na Atenção Básica de Saúde tem sido constante e sustentável. A melhoria das unidades de saúde, algumas em parcerias com outras instituições, tem assegurando melhores instalações, equipamentos, capacitação de pessoal e gestão das unidades. Até o final deste ano, 12 destas unidades estarão totalmente requalificadas.

A gestão do prefeito Edivaldo segue fazendo importantes investimentos em pontos antes críticos da Saúde, como a Central de Marcação e Consultas (Cemarc), que está passando por uma completa modernização. Ainda em 2014, a Prefeitura ampliou para 23 o número de pontos para autorização de consultas e exames realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), desafogando o fluxo de pessoas e evitando a perda de tempo em filas. Hoje, o cenário já está completamente modificado, com reestruturação do espaço físico, investimento em novos equipamentos, capacitação e acréscimo de funcionários e ampliação do atendimento.

MAIS INVESTIMENTOS

Por outro lado, um conjunto de ações desenvolvidas de maneira articulada pela administração tem alavancado setores carentes de amparo, como a Agricultura Familiar. Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) a Prefeitura tem injetado recursos no setor, também contribuindo para a redução da insegurança alimentar entre a população em vulnerabilidade social da capital. Em dois anos de execução do PAA, já foram distribuídas mais de 600 toneladas de alimentos provenientes de agricultores familiares instalados na zona rural de São Luís. Foram mais de 74 mil pessoas atendidas pelo programa. Também foram entregues mudas e equipamentos essenciais para o trabalhador do campo.

O grande volume de obras na cidade também estimula direta e indiretamente vários setores da capital, além de melhorar diariamente a vida do cidadão. São ações que vão desde intervenções de trânsito para por fim aos pontos históricos de engarrafamento, até pavimentação das ruas e construção de pontes e rede de drenagem.

O pagamento em dia do funcionalismo público também é uma injeção constante e segura na economia da cidade. Com planejamento, medidas de austeridade e criatividade, a gestão do prefeito Edivaldo tem conseguido cumprir o calendário, inclusive antecipando em alguns meses as datas previstas para recebimento do salário, tarefa difícil para as cidades quando se vive em um período de recessão nacional.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados