OS BENS DO BAIXINHO

Romário tem carros e lancha aprendidos pela Justiça do Estado do Rio de Janeiro

A Justiça do Rio de Janeiro apreendeu ontem (4) carros e uma lancha do senador e ex-jogador de futebol...

A Justiça do Rio de Janeiro apreendeu ontem (4) carros e uma lancha do senador e ex-jogador de futebol Romário (Podemos/RJ). A decisão de apreender e penhorar os veículos foi tomada pela juíza Érica de Paula Rodrigues da Cunha, da 4ª Vara Cível da Barra da Tijuca, em abril deste ano. A lancha, avaliada em R$ 1,8 milhão, continua na Marina da Glória e deve ser aprendida a qualquer momento.

Os mandados foram cumpridos em um condomínio na Avenida do Pepê, na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade. Dos cinco automóveis identificados pelo processo para serem apreendidos, apenas dois foram levados: um Audi RS6 Avant e um Peugeot Allure.

A Justiça ainda busca um Porsche Macan, um Hyundai Elantra e um Range Rover.Ainda de acordo com o TJ-RJ, os bens não estão em nome do senador. Também foram apreendidos os créditos de transmissões de jogos junto à Rede Globo. Os carros estão avaliados em mais de R$ 2 milhões.

Lancha de Romário avaliada em R$ 1,8 milhão

Indenização empresarial

A ação contra o senador começou em 2001, quando o restaurante rompeu o contrato com a Koncretize. Em 2011, Romário foi condenado pela Justiça a pagar indenização à empresa.

Segundo a Justiça, no entanto os veículos e a lancha não estão em nome de Romário. As apreensões serão usadas para quitar dívidas de Romário com a empresa Koncretize Projetos e Obras, que prestava serviços de estacionamento no antigo restaurante do ex-jogador e senador, Café Onze Bar e Restaurante.

Romário alega perseguição

Em nota, a assessoria do senador Romário divulgou nota: “Estas matérias que têm explorado assuntos particulares meus e da minha família têm o claro propósito de influenciar as eleições que se aproximam. Este é um processo longo, e eu tenho dado todos os esclarecimentos necessários à Justiça para que a verdade prevaleça. Medidas judiciais contra essas notícias já estão sendo tomadas”.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados