CRISE DO COMBUSTÍVEL

Reservas de combustível no aeroporto de Brasília se esgotam na manhã desta sexta-feira

Abastecimento no aeroporto de Brasília entra em estado crítico. A Inframerica informou que as reservas de querosene se esgotaram...

Governo dá certificado operacional provisório à concessionária do aeroporto de Brasília: Aeroporto Juscelino Kubistchek, em Brasília

© André Dusek/Estadão Aeroporto Juscelino Kubistchek, em Brasília

Abastecimento no aeroporto de Brasília entra em estado crítico. A Inframerica informou que as reservas de querosene se esgotaram na manhã desta sexta-feira, 25. “Aviões que pousarem no Terminal aéreo e que necessitem de abastecimento ficarão em solo até o fornecimento de combustível no Aeroporto ser normalizado”, diz a nota da concessionária que administra o terminal de Brasília.

A empresa afirma que é fundamental a liberação dos caminhões bloqueados no protesto para a regularização do atendimento e das operações. Segundo a Inframerica, nos últimos dias, apenas dez caminhões chegaram ao aeroporto, todos sob escolta policial. Em média, o terminal recebe diariamente 20 caminhões para abastecimento. Até as 8h de hoje, não houve registro de entrada de novos caminhões no aeroporto.

A nota da Inframerica ainda informa que em razão do racionamento do querosene de aviação, a “American Airlines cancelou de forma preventiva o voo que vinha de Miami e que pousaria no Aeroporto de Brasília às 7h35. Automaticamente o voo que partiria da capital às 21h55, fica também cancelado.”

Segundo a empresa, depois de quatro dias, este foi o primeiro cancelamento decorrente da restrição na oferta de combustível no aeroporto de Brasília. A Inframerica orienta aos passageiros que, antes de irem para o Aeroporto, busquem informações com a sua companhia aérea. As equipes de atendimento da concessionária foram reforçadas para atender aos usuários.

“Apesar do agravamento da situação, ainda não há previsão de regularização do estoque de combustível. A concessionária aguarda a liberação dos caminhões”, diz a nota da Inframerica.

Greve dos caminhoneiros 2018: Posto de gasolina em Brasília comunica falta de etanol em comunicado nesta quinta-feira, 24 de maio. Combustíveis não estão chegando às distribuidoras devido ao protesto dos caminhoneiros contra a alta do preço do diesel.

A greve dos caminhoneiros em imagens: fila em postos, rodovias bloqueadas e mercados sem estoque

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados