22 de novembro de 2017
Logo do Jornal O Debate
Publicidade

Postado por Odebate em 22/nov/2017

Prefeitura de São Luís já climatizou cerca de 300 salas de aulas da rede municipal de ensino

O que antes parecia um sonho impossível e dispensado apenas às escolas da rede privada, hoje, o uso de aparelho de ar-condicionado já é uma realidade também no cotidiano de dezenas de escolas da rede pública municipal da capital maranhense, onde a Prefeitura de São Luís instalou estes equipamentos em as salas das unidades que foram totalmente reformadas e entregues à comunidade.

“Temos avançado muito na educação em nosso município. Isto passa também pela requalificação das unidades escolares, garantindo aos estudantes da rede municipal de ensino o direito de estudar em ambientes mais dignos, apropriados e acolhedores. Esta e dezenas de outras ações que estamos executando são parte de nosso planejamento na área da educação com a implantação do programa Educar Mais, que visa o aumento dos índices educacionais da capital. O nosso objetivo é transformar São Luís em uma cidade cada dia melhor, visando sempre ao bem-estar da população e à melhoria dos indicadores sociais em nosso município”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Melhorias cujos efeitos práticos são sentidos pela população, principalmente por quem se beneficia diretamente das ações. “Percebo que com o ambiente climatizado, as crianças ficam menos agitadas e se concentram mais nas aulas, o que é fundamental para o aproveitamento do conteúdo que ministramos. Isso faz com que consigamos ter um domínio maior da turma, tornando menos árduo o nosso trabalho porque nos desgastamos bem menos também”, observou a educadora Mayara Marcelle Aires, professora da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Menino Jesus de Praga.

A análise feita pela professora Mayara é corroborada por sua aluna, Joice Silva da Luz, 9 anos. “Nossa sala era muito quente e o calor nos deixava agoniados demais. Às vezes não sabíamos se prestávamos atenção nas tarefas ou se nos abanávamos com o caderno. Agora, com o ar-condicionado, nem percebemos o tempo passar lá fora enquanto estudamos aqui dentro”, relatou a estudante.

PESQUISA

Parece uma medida simples, não é? Pode ser. Mas conforme estudo realizado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), uma organização intergovernamental criada por iniciativa da Unesco com o objetivo de promover atividades de ensino, pesquisa e extensão acadêmica, medidas como esta podem contribuir sobremaneira para elevar o rendimento escolar dos alunos. Segundo a pesquisa, a temperatura elevada de cidades como São Luís, por exemplo, influencia muito no estado das crianças, provocando irritabilidade e desconcentração, fator que compromete demasiadamente o aprendizado dos alunos.

Entre as escolas que já contam com ar-condicionado está uma das mais importantes e tradicionais escolas públicas municipais de São Luís, a octogenária Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Alberto Pinheiro, no Centro da capital. Completamente restaurada pela Prefeitura de São Luís e entregue à população pelo prefeito Edivaldo em setembro, a escola agora está apta a ofertar novamente o ensino de qualidade vivido nos tempos áureos da unidade, cujo prédio, devido ao seu valor histórico e arquitetônico, é tombado como patrimônio histórico do município.

Outra escola tradicional de São Luís que foi totalmente reformada e ganhou ambiente adequado, equipado e mais digno à aprendizagem para centenas de alunos matriculados foi a Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Bandeira Tribuzzi, no Centro. A exemplo de outras mais de 70 escolas municipais, a unidade foi entregue totalmente requalificada com melhorias estruturais, novos equipamentos e melhores condições de ensino.

EDUCAR MAIS

As iniciativas adotadas para melhoria da educação no município integram o programa Educar Mais, instituído pela Prefeitura de São Luís com o objetivo de contemplar ações na área da educação, tendo como foco a aprendizagem, o monitoramento, a formação continuada de docentes, a melhoria da gestão e da infraestrutura das unidades escolares, entre outros aspectos.

Entre as diversas ações desenvolvidas por meio do programa Educar Mais está a implantação do Sistema Municipal de Avaliação Educacional de São Luís (Simae), uma ferramenta criada para fazer um diagnóstico próprio da qualidade do ensino oferecido na rede pública municipal da capital.

“O Educar Mais é uma ferramenta crucial para melhorarmos nossos indicadores educacionais, para termos, de fato, um melhor diagnóstico sobre o aprendizado de nossos alunos e da educação municipal de modo geral. Desta forma, poderemos direcionar nossas ações fortalecendo o ciclo ensino-aprendizagem”, observou o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

Tem como objetivo acompanhar e monitorar o processo educacional, principalmente para nortear as tomadas de decisões na área. O Simae garantirá, ainda, ao gestor escolar e aos professores as ferramentas e dados necessários para diagnósticos da realidade escolar, capazes de auxiliar na elaboração de soluções para os problemas identificados pela avaliação.

Loading Facebook Comments ...

0 Comentários

Deixe o seu comentário!