ESPORTE E SAÚDE

Pesquisa avalia os benefícios e os riscos das atividades de alta intensidade

A prática de atividades físicas intensas cresce. Em contrapartida, pouco se sabe sobre as respostas fisiológicos e comportamentais geradas...

A prática de atividades físicas intensas cresce. Em contrapartida, pouco se sabe sobre as respostas fisiológicos e comportamentais geradas por esses programas de exercício. Para preencher essa lacuna do conhecimento, o Doutor e Pesquisador do Núcleo de Esportes da UFMA, Christiano Bertoldo Urtado, desenvolve junto aos estudantes de Mestrado e Iniciação Científica, uma pesquisa que pretende caracterizar fisiologicamente o programa de treino de atividades de alta intensidade que envolvem a força muscular.

A pesquisa será realizada com base nas respostas fisiológicas e comportamentais de 10 voluntários. Por acreditar na importância do desenvolvimento de conhecimento e pesquisa, o Centro Fitness 98 abriu as portas pra receber os estudantes que estrearam a pesquisa no CF98.

O coach e atleta, Vítor Telles, foi o primeiro voluntário. Durante o treino de Crossfit, os pesquisadores avaliaram aspectos enzimáticos, hormonais, imunológicos, metabólicos e até cardio pulmonares. Além disso, também foram analisadas variáveis motivacionais apresentadas durante a prática do exercício físico, que são determinantes para a continuidade, frequência, participação e adesão ao programa de treino.

Foram utilizados aparelhos de última geração no processo de captação de informações (aparelhos que medem, por exemplo, a capacidade cardio pulmonar e o controle autonômico do coração) e realizados uma série de exames, como a coleta de sangue e ultrassonografia antes e depois da prática da atividade física, para também avaliar o nível de recuperação dessa atividade. A próxima etapa do estudo será neste sábado ,no Centro Fitness 98 , a partir das 08:00.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados