ESTÉTICA

MICROPGMENTAÇÃO LABIAL

Confira as dicas preciosas da esteticista Paula Belfort

Veja nesta foto um dos trabalhos de micropigmentação labial realizado pela Paula Belfort

MICROPGMENTAÇÃO LABIAL

 A micropigmentação labial é um procedimento superficial e semelhante ao realizado nas sobrancelhas. Ele redefine o contorno e garante a cor dos lábios de forma natural, por isso, tem sido procurado pelos que possuem a região mais fina, sem cor e não definida dos lábios. Conversamos com a Paula Belfort, esteticista que explicou o que é o procedimento, quais pacientes podem fazer e como a área deve ser cuidada após a sessão. Confira a matéria!

Descubra o que é a micropigmentação labial

De acordo com a esteticista, a técnica é semelhante ao processo de uma tatuagem. “É bem superficial e, ao longo do processo de renovação celular, que acontece durante os meses seguintes, ela sai. A micropigmentação é feita na linha dos lábios, como um contorno. Não é para fazer por fora, é apenas para limitar melhor a área quando é mais apagada”, explicou. Além de corrigir o formato, o procedimento é capaz de proporcionar coloração à região, levando em conta o tom de pele e cor da boca.

Entenda por que o procedimento não é recomendado para todos os pacientes

 De acordo com a Paula Belfort, a maioria das pessoas pode realizar a micropigmentação na região dos lábios. “É preciso ter maior atenção com aqueles pacientes que apresentam muitas alergias. Esses, geralmente, estão contraindicados por que o pigmento usado pode ser alergênico”, disse. Ainda que superficial, o processo envolve um microagulhamento e, por isso, a esteticista alerta que é importante realizar a técnica em locais de confiança, com produtos esterilizados e pigmentos de boa origem.

Saiba como devem ser realizados os cuidados com a região após o procedimento

 Para a Paula, o mais importante é manter os lábios hidratados com produtos específicos para a região e ativos mais eficientes, como o pantenol e a manteiga de karité. Além disso, o ideal é manter a área protegida contra a ação dos raios ultravioleta e de cosméticos que contenham ácido. Evitar maquiagem, piscina, mar e beijos nos primeiros sete dias também são algumas das indicações.

 

Matéria veiculada na Coluna Elas por Ela, por Thati Mondego

Sugestões de pauta: thati@jornalodebate.com.br

 

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados