Hapvida é líder em planos médico-hospitalares no Maranhão

A preocupação com a saúde e com a necessidade de garantir atendimento médico de qualidade, principalmente diante de alguma...

Hapvida é líder em planos médico-hospitalares no Maranhão. (Foto: Divulgação)

A preocupação com a saúde e com a necessidade de garantir atendimento médico de qualidade, principalmente diante de alguma emergência, é um dos principais motivos pelos quais os brasileiros não abrem mão de manter um plano de saúde. Pensando nisso, o Hapvida investe em tecnologia e no modelo de verticalização do negócio oferecer serviços mais acessíveis e de qualidade.

A fórmula deu tão certo ao longo do tempo que, ano após ano, a operadora de saúde registra crescimento contínuo, medido por levantamentos frequentes da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar. No último levantamento da ANS, realizado em outubro deste ano, o Hapvida demonstrou liderança absoluta nas regiões Norte e Nordeste, em número de beneficiários dos planos médico-hospitalares. No Nordeste, o total de clientes chega a 1.794.914, espalhados pelos 9 estados, dos quais 6 têm o Hapvida em primeiro lugar no ranking de planos de saúde. No Nordeste, o número de vidas assistidas pela rede representa 27,29% no market share regional. Da mesma forma, no Norte do Brasil, o Hapvida também segue líder do segmento, com 387.887 clientes, o que representa 22,36% de market share.

Maranhão

No Maranhão, a operadora mantém margem de elevação no número de vidas assistidas e, mais uma vez, houve um aumento importante nesse quantitativo, sendo o primeiro lugar na preferência dos usuários. Ao todo, 84.684 pessoas têm o Hapvida no estado, que detém 18,48% de market share.
Os outros estados do Nordeste, onde a operadora também ficou no topo, foram o Ceará, com 539.001 clientes e market share de 42,04%; Pernambuco, com 433.665 vidas e índice de 32,90% no market share; Rio Grande do Norte, com 158.283 usuários, o que representa 30,58% do mercado local; Sergipe, com 83.275 contratos e market share de 26,48%; e a Bahia, com 348.120 vidas assistidas pela rede que tem 22,06% de market share.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados