Governador inaugura Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga

Atendendo a uma demanda histórica da população, o governador Flávio Dino inaugurou, nesta quinta-feira (10), o Complexo Policial da Área...

Atendendo a uma demanda histórica da população, o governador Flávio Dino inaugurou, nesta quinta-feira (10), o Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga, que reúne Polícia Militar e Civil numa iniciativa inédita do Governo do Estado. A unidade é fruto de parceria com a Vale e será responsável pelas ações de segurança e investigação em 53 bairros da região, garantindo que as forças de segurança se aproximem ainda mais dos moradores de uma das áreas mais populosas de São Luís.

O Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga terá a presença da Polícia Civil e vai reunir, além do 1º BPM, a 2ª, 3ª e 5ª Companhias de Polícia Militar, que incluem o Esquadrão Falcão (policiamento de motos) e o Grupo Tático Móvel. Foram levados para a área o plantão do eixo Itaqui-Bacanga, em substituição ao antigo plantão da Vila Embratel, localizado dentro do bairro; e a delegacia do Anjo da Guarda, que saiu de um prédio inadequado para se instalar no novo prédio. Outra unidade que passa a funcionar no Complexo de Segurança é a Seccional da área Sul, que reúne equipes de investigação da Polícia Civil.

O governador Flávio Dino definiu a iniciativa como “linhas fundamentais do nosso trabalho de segurança pública”, que derivam dos investimentos que tem sido feitos em equipamentos, recursos humanos e em modernização de estruturas – como neste caso na área Itaqui-Bacanga – aproximando todas as estruturas das Polícias Civil e Militar da comunidade. “É essa proximidade que garante uma resposta mais rápida às ocorrências, uma presença da polícia tem uma forma de dissuasão, de desestímulo da prática de crimes”, pontuou.

Governador Flávio Dino, secretário Jefferson Portela, secretário Clayton Noleto, comandante-geral da PM, coronel Pereira, e vice-prefeito Júlio Pinheiro na entrega do Complexo Policial da Área Itaqui-Bacanga. (Foto: Gilson Teixeira)

De acordo com ele, o novo Complexo se junta à nova sede do 1º Batalhão de Polícia Militar – inaugurada em julho na UFMA – que já surtiu efeito na redução dos índices de criminalidade na área Itaqui-Bacanga e atendeu um anseio de décadas da população. “Nós temos a certeza que essa é mais uma medida que vai resultar na redução ainda maior dos indicadores de violência”, destacou Flávio Dino.

Para o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, esse é mais um passo dado pelo Governo do Estado para o fortalecimento das ações de segurança e a consequente diminuição dos índices de criminalidade. “Nós podemos comemorar hoje 42 dias sem homicídios nessa área. Tudo isso já pela presença das forças de segurança. Aqui é a inauguração, mas os colegas já estavam trabalhando, e houve a concretude daquilo que queremos. A redução da taxa de homicídios nessa área mostra o sucesso dessa determinação do governador em instalar unidades policiais aqui”, enfatizou.

Parceria

A parceria firmada entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e a Vale se deu por meio de doação de seis casas nas proximidades do terminal ferroviário de São Luís para a instalação dos novos endereços da Polícia Militar e da Polícia Civil. Em contrapartida, o Governo do Maranhão garantiu a instalação das novas unidades, reafirmando o compromisso de manter as forças de segurança mais presentes na região e aproximando as ações do poder público e privado.

O diretor de Operações Logística Norte da Vale, Carlos Quartieri, realçou que o Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga vai ajudar a segurança pública a ter mais prontidão no atendimento às ocorrências que surgem na região, e, principalmente, estar perto contribuindo para que elas não aconteçam. “Vamos continuar trabalhando com projetos em parceria para diminuir a vulnerabilidade das comunidades, com foco na redução da criminalidade. Somos parceiros do Governo do Estado em outros projetos, alguns na área de saúde, educação e cultura, e temos tido grandes resultados”, afirmou Quartieri.

Moradora do Residencial Paraíso há mais de 10 anos, a professora Maria Moraes sublinhou que esse era um desejo antigo da comunidade, que sempre lutou pela realização desse sonho. “É de grande importância para toda a área. Sinto que estou mais protegida. Hoje a gente vê mais policiamento aqui nas ruas, está sendo intensivo, com presença de viaturas. A criminalidade diminuiu. Hoje eu me sinto mais segura de trabalhar aqui e morar”, comemorou.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados