Estudantes de escola municipal realizam mostra cultural em culminância de projeto de leitura

Estudantes da U.E.B Luís Viana realizaram na última semana uma mostra cultural como culminância do Projeto “Lendo histórias no...

Estudantes da U.E.B Luís Viana realizaram na última semana uma mostra cultural como culminância do Projeto “Lendo histórias no mundo de fantasias…escrevendo a sua história de cidadania”. Desenvolvida na escola da rede municipal de Ensino, a ação é resultado de uma parceria entre o Centro Beneficente Nossa Senhora da Glória (CEBENSG), a Fundação Itaú e a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O projeto, que atendeu 80 alunos do Ensino Fundamental da rede pública municipal, residentes do bairro da Alemanha e adjacências, foi desenvolvido em quatro meses. O conteúdo foi dividido em dois módulos de trabalho com os temas “São Luís, Cidade de Encantos” e “Belezas e Etnias”.

Para a secretária adjunta de Ensino, Maria de Jesus Gaspar Leite, na ocasião representando o secretário municipal de educação, Moacir Feitosa, parcerias como esta são muito importantes e mostram o verdadeiro sentido do trabalho desenvolvido pela equipe Semed. “Partilhar o compromisso com a formação da criança com parceiros como Itaú e Centro beneficente é o que faz o diferencial na vida das crianças. Quem lê se aproxima do mundo e dialoga com ele”, pontuou.

É o que confirma a gestora da U.E.B Luis Viana, Raquel Neiva. “É notório que as crianças estão cada vez melhores. O projeto motiva a escola como um todo”, assegurou. A representante da Fundação Itaú, Ilda Ayres, falou de desafios e aconselhou as crianças. “É sempre um desafio articular parcerias e dar possibilidades diferentes de desenvolvimento para as crianças. É importante que cada um de vocês aproveite as oportunidades que as organizações sociais têm dado para vocês”, ressaltou.

A estudante do 4º Ano, Maria Chrystiellen, 10 anos, disse que gostava de ler um pouco, mas que depois do projeto essa vontade aumentou. “Estou amando os livros. Com o projeto a gente aprendeu muita coisa, como a lenda da serpente e Ana Jansen. Também desenhamos e participamos do bingo literário”, disse entusiasmada. Já para a estudante do 7º Ano, Kaylla Larissa, que interpretou com dança o poema A Bailarina, de Cecília Meireles, o projeto foi uma forma de mostrar que fica mais fácil de assimilar as artes quando trabalhadas juntas. “Ensaiei muito, foi muito bom dançar um poema. Uma arte completando a outra. Foi uma experiência muito boa”, avaliou.

FOMENTO

De acordo com a diretora do CEBENSG, Maria Eliane Rego, o projeto é desenvolvido, por meio do Fundo de Fomento do Itaú Social, no contraturno escolar e faz parte da Rede de Educação Integrada, que incentiva Territórios Educativos. “Além das oficinas, a parceria possibilitou a doação de mobiliários, computador. impressora, ar-condicionado e bebedouro para a revitalização da biblioteca da escola e também o valor de 5 mil reais em livros de Literatura Infanto Juvenil”, concluiu.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados