15 de agosto de 2017
Logo do Jornal O Debate
Publicidade

Postado por Odebate em 15/ago/2017

Deixa eu te contar: entrevista com Paris Jackson

Paris Jackson, filha de Michael Jackson fala sobre sua posição como ativista e futuro no mundo da música na Glamour de agosto (Foto: Marc Piasecki/GC Images)

Após uma infância reclusa e uma adolescência isolada, Paris Jackson decidiu, no começo do ano, sair da sombra e conquistar os holofotes. A  imprensa, claro, amou e causou. E a estrela em ascensão fez das mídias sociais seu canal para garantir que o mundo conhecesse o seu lado da história. Aqui, Paris conta tudo nas suas próprias – e não editadas – palavras.

Desde que se tornou pública, imagino que tenha passado por alguns altos e baixos. Qual o seu momento de destaque? Exatamente esse: trazer consciência sobre as coisas não tão bonitas que acontecem no mundo. Quero dizer, lemos todas essas “notícias”, mas tudo não passa de fofoca de celebridade. O que estou tentando fazer é que as pessoas vejam toda a mentira, manipulação e o sofrimento que acontecem, tudo o que há de errado e o que podemos fazer para consertar.

Interessante. Você já passou por algum problema com a mídia desde que se tornou uma figura pública?

Claro! Quanto maior a visibilidade, maior o alvo. As pessoas podem ser realmente cruéis. Aprendi que não importa o que você faça, sempre será criticado de alguma forma. Mesmo que o seu coração mostre que está no caminho certo, alguém sempre encontrará motivos para te odiar. Também aprendi que isso não importa, contanto que você siga o seu coração e aquilo que acredita.

Preciso perguntar: você tem planos em relação à música? Melhorar a escrita, talvez.

 Para qual artista seria seu sonho escrever? Paul McCartney, com certeza. Ele é o amor da minha vida. Na verdade, já escrevi uma música que eu gostaria que ele cantasse, mas isso, provavelmente, não vai acontecer.

Você tem apenas 19 anos, mas já vivenciou muitas coisas. O que você diria à jovem Paris se tivesse uma chance? Provavelmente, que é ok não estar ok, nãoseja tão dura consigo mesma e pare de comparar asua vida com a dos outros. E, por favor, não desista,porque ficará tudo bem e será lindo.

 Antes de terminar, algum recado para as nossas leitoras? Com certeza! Para meus ativistas aí fora:somos todos guerreiros à nossa maneira, mas cabe a cada um decidir lutar ou ficar sentado, fazendo parte da causa ou não. E, não considere e siga tudo o que vê na TV. Procure por algo honesto,forte, corajoso, apaixonante e digno. Ah, sim… e fiquem com Deus!

Loading Facebook Comments ...

0 Comentários

Deixe o seu comentário!