Concurseiros criam jornada de estudos em busca de uma vaga na PM do Maranhão

Integrar a corporação da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e ajudar a manter a queda dos índices de criminalidade,...

Integrar a corporação da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e ajudar a manter a queda dos índices de criminalidade, além de garantir um emprego estável. Essa é a meta de dezenas de jovens que estão frequentando cursinhos preparatórios e se empenhando em uma jornada de mais de 5 horas de estudos por dia, com a finalidade de conquistar uma das 1.300 vagas que serão oferecidas pelo Governo do Maranhão.

Um deles é o recém-casado Lucas Araújo, de 26 anos: “A oportunidade surgiu com a divulgação das vagas para polícia, e isso me motivou a realizar um sonho antigo. Eu enxergo essa chance como uma porta para angariar um futuro melhor para mim e minha família, recém-constituída. Eu acordo sonhando com o dia em que meu nome vai estar no Diário Oficial, e, para isso, estou batalhando duro, me dividindo em horas de estudos teóricos e em horas de treinamento físico”, detalha o estudante.

Roberth Danilo de Sousa Alves, de 21 anos, é coordenador de um dos cursos especializados em oferecer preparatório para concursos da área da polícia: “A gente está com uma expectativa de um bom resultado. Estamos ajudando essas pessoas que querem seguir uma carreira militar, transformando  sonho em realidade, servindo ao nosso estado”.
Ele também segue em busca da realização do sonho de ser um dos agentes da polícia no Maranhão: “Além de coordenador, eu também sou um dos candidatos para esse concurso da Polícia”.

Quebrando cada vez mais a predominância dos homens nas corporações policiais, as mulheres têm se empenhado nos preparatórios. É isso que vem fazendo a concurseira Wiliane Menegatti, de 19 anos: “Sempre achei bonita a profissão, como se fosse um cargo de honra. É importante que mais mulheres busquem estar dentro da polícia, pois a gente desempenha um papel fundamental.  Somos seres fortes e com uma dinâmica diferenciada dos homens, que também somarão para uma polícia melhor”.

Jornada tripla
A rotina para quem deseja uma das vagas tem sido intensa e de muita resistência, como é o caso da Wendilaine de Sousa Nogueira, de 23 anos. Ela se divide na jornada tripla, de estudante, mãe e dona de casa. “Sou focada sempre no que quero, apesar de ter outras atividades paralelas.  Eu penso muito nesse concurso, por me passar segurança, em todos os sentidos. Tenho estudado, além do tempo no cursinho, cerca de duas horas, na parte da tarde; e duas horas, pela madrugada, já que sou mãe”, conta.

Apesar de ser uma das mais novas da sala do cursinho, Ana Beatriz, de 18 anos, conta com determinação o que quer para o seu futuro profissional: “O que me motiva é que a população tem uma grande necessidade de mais policiais e de mais atendimento. E por gostar muito da carreira policial, eu estou disposta a encarar essa bateria de provas para que eu consiga uma vaga nesse concurso”.

Mais investimentos 
O governador Flávio Dino anunciou há algumas semanas que o edital do concurso para a PM e os Bombeiros deve ser publicado em setembro. O Maranhão atingiu uma marca histórica de 12 mil policias militares, cerca de 3 mil vindos de novas nomeações. Além do reforço na tropa policial, o Governo do Maranhão já entregou 577 viaturas e pretende adquirir o total de 700, entre carros e motos, até o fim deste ano.

Aquisição de armamentos, promoções de agentes, treinamentos e capacitações, além de reformas e construções de delegacias e quartéis também fazem parte dos investimentos do governo para reestruturar a Segurança Pública.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados