ANALFABETISMO

Analfabetismo cai no Brasil, mas 11,5 milhões não sabem ler, diz IBGE

Apesar do longo caminho ainda a percorrer, o Brasil avança lentamente na redução do analfabetismo. O país tinha 11,46...

Apesar do longo caminho ainda a percorrer, o Brasil avança lentamente na redução do analfabetismo. O país tinha 11,46 milhões de pessoas de 15 anos ou mais de idade que não sabiam ler ou escrever um bilhete simples em 2017. Eram 11,76 milhões no ano anterior. Desta forma, a taxa de analfabetismo brasileira recuou de 7,2% em 2016 para 7% em 2017. A Desta forma, a taxa de analfabetismo brasileira recuou de 7,2% em 2016 para 7% em 2017.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou queda do analfabetismo entre homens (de 7,4% para 7,1%) e mulheres (7% para 6,8%), assim como entre pessoas de cor branca (4,2% para 4%) e preta ou parda (9,9% para 9,3%).

A pesquisa mostrou ainda que o analfabetismo tem um perfil predominante: são pessoas de 60 anos ou mais de idade da região Nordeste. Esse dado é explicado pelo déficit histórico de acesso à educação verificado especialmente no meio rural do país. Dos 11,5 milhões de analfabetos, 6,4 milhões estão no Nordeste. Destes, 3 milhões tem 60 anos ou mais.

VER COMENTÁRIOS

Artigos relacionados